BIOMECÂNICA E ECONOMIA DE CORRIDA: ESTUDO DA LIGAÇÃO EM ALUNOS UNIVERSITÁRIOS

Jorge Arede, Rogério Santos, Hugo Sarmento

Resumen


A  economia de corrida em atletas treinados encontra-se associada a uma menor percentagem da frequência cardíaca máxima (Pate, Macera, Bailey, Bartoli, & Powell, 1992).
Esta tem uma grande importância para a performance dos atletas (Di Michele, 2008) e pode ser afetada por alterações na técnica de corrida (Tartaruga et al., 2012), nomeadamente por aspetos biomecânicos (Kyröläinen, Belli, & Komi, 2001).OBJETIVO
Verificar a existência de relação entre variáveis cinemáticas da fase de contacto da corrida com variáveis psico-fisiológicas ligadas à economia de corrida, em alunos universitários.
Conclusões: O ângulo do joelho no toe-off apresentou-se como um indicador de performance associado à técnica e economia de corrida, de tal forma que a extensão do joelho no toe-off pode ser entendido com um indicador de fadiga em exercícios realizados em intensidade submáxima.


Palabras clave


técnica e economia de corrida; atletas

Texto completo:

PDF


 

E-Balonmano.com: Revista de Ciencias del Deporte

Mail: ebm.recide@gmail.com

ISSN: 1885-7019 / Periodicidad Cuatrimestral

 

Indexada en:

EMERGING SOURCES CITATION INDEX (WOS), DICE, INRECS, MIAR, RESH,  CIRC, LATINDEX (36 criterios), ISOC, REDALYC, DIALNET, E-REVISTAS, RECOLECTA, DULCINEA,  Index COPERNICUS, DOAJ, GOOGLE ACADÉMICO, FREE MEDICAL JOURNAL, EBSCO: SportDiscus, Academic Journal Database, Fuente Académica Premier, GENAMICS - JournalSeek

Licencia de Creative Commons

Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.